Dica: Descubra como sair das dívidas e limpar seu nome em 8 simples passos.

0
279

Conseguir resultados eficazes e que se tornem hábito na sua vida financeira é um processo que em teoria é fácil e rápido, contudo, quando esse processo atinge a prática, tudo se complica e mais uma vez, dentre tantas tentativas, você deixará de lado.

Se você não tem dinheiro suficiente, não se desespere, no último ponto ensinarei como conseguir dinheiro e sem precisar ter nome limpo, mas leia com muita atenção!

Como pessoas trabalham sem patrões, como é sua forma de agir quando está longe da “fiscalização” ou de algo que te penalize, isso fará todo sentido a partir do momento que você encarar qualquer situação no “isso só depende de mim”.

A maioria das pessoas se descontrolam financeiramente por pequenas coisas. Tão pequenas que ficam praticamente invisíveis quando se vê em uma situação difícil, e então, sem pensar muito, vendem seu carro, seus bens, para quitar dívidas, e muitas vezes, apenas os juros delas. Saiba que não é bem por ai o caminho.

Cultivar bons modos te farão acreditar ver resultados inacreditáveis, e para ser totalmente sincero, não será tão trabalhoso quanto você pensa.

Se você está em uma situação difícil financeiramente a primeira dica é: Racionalize, se tranquilize e tome a atitude necessária.

No meio da euforia do ” O que vou fazer agora “, certamente te fará tomar atitudes erradas e que afetarão diretamente no seu futuro, então, nada melhor do que se tranquilizar, pegar um papel e uma caneta e ler tudo que irei escrever aqui, vou te ajudar a pensar e você terá que tomar a atitude, ok?!

1) Trace uma linha vertical no meio de uma folha qualquer; De um lado você colocará despesas fixas e variáveis, do outro lado irá traçar suas receitas, ou seja, o valor que você recebe por mês.

 

2) Some suas dívidas e coloque ao fundo da coluna que à representa, some também suas receitas e ganhos. Logicamente o valor dará bem mais alto das suas despesas, comparado ao seu ganho. Mas calma! tudo isso tem solução.

 

 

 

3) Vamos ao combate! Das suas despesas quero que separe o que é vital o pagamento para que você consiga viver, isso cabe aos alugueis, comida e transporte para o trabalho. Eu tenho certeza que nesse momento você deixará muitas coisas que faz no dia-a-dia de lado, por não corresponder ao que é realmente essencial.

Vamos ser críticos! Verifique nos seus gastos vitais, que são os que pedi para separar, o que é realmente necessário. Exemplo: Aluguel alto, carro muito acima do que necessita no momento ou alimentação demasiada, em restaurantes ou compras de alimentos que possam ser julgadas como “luxo” para esse momento. Se você vai até o trabalho de condução pública, verifique a possibilidade de caminhar ou uma bicicleta, isso não fará bem apenas para a saúde financeira, mas também ao seu corpo e mente.

4) Após essa redução, vamos às dívidas, aquelas que te fizeram ler essa matéria para tomar uma atitude de uma vez por todas.
Dentre as dívidas que sobraram, você irá pensar em: Prioridades. Novamente retire elas da lista inicial e vamos pensar nelas. Eu julgo a prioridade por exemplo aquela parcela do carro, que se não pagar perderá o bem, ou aquela dívida que tem com amigos e que deixou de sair para não encontra-lo e obviamente ser cobrado, ou a mensalidade do terreno que um dia irá construir, como tantas outras coisas, mas que apenas você poderá dizer-las.

 

5) Não fuja! Tudo hoje se explicada a situação pode ser negociado, acredite, é melhor pagar pouco do que não pagar, e uma hora que a situação melhorar você irá quitar com mais rapidez. Uma negociação sendo paga, deixa de ser dívida, por isso, dessa lista que fez, veja quais poderá deixar de ser dívida, e começar a ser compromisso.

6) Neste ponto que estamos note que os seus problemas começaram a se resolver, o tamanho do problema determinará quando irá acabar, não basta ter vontade, terá que ter muito objetivo e foco.

 

 

 

7) Agora sobraram as dívidas que deverá receber um prazo maior, salvo se não tiver acabado os seus recursos para também negocia-las. Mas não confunda, prazo não pode cair no esquecimento, dívidas pequenas poderão se tornar bem grandes, e quando a situação melhorar, você não terá crédito para poder aproveitar com consciência.

 

8) Mas e se acabou o seu dinheiro ainda nas despesas vitais, ou seja, naquelas que você necessita para sobreviver? Hora de pensar num plano B e ir atrás de mais receita para complementar a sua renda. Em uma matéria feita por nós, ensinamos alguns modos de você ganhar dinheiro, veja se se encaixa em alguma, melhore sua vida financeira e siga os passos. Para visualizar esses meios de ganhar dinheiro 

Esperamos ter ajudado! Deixe aqui seu comentário e talvez possamos te ajudar com mais dicas quentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.