O vicio tecnológico, seria essa uma nova epidemia? Os 10 sinais da doença.

0
496

 

O celular, o tablet, o computador. Isso faz parte do dia-a-dia de todos nós não é mesmo?
Mas será que o uso com frequência desses aparelhos não nos afeta em nada?

Hoje o Brasil tem cerca de 450 milhões de celulares ativos, praticamente o dobro da população. A venda de celulares usados e novos cresce aproximadamente 2% ao ano, o que demonstra o interesse do brasileiro para ter seu Smartphone atualizado e novo.

A tecnologia nos trás muitos benefícios, dentre elas a comunicação, a rapidez no envio de documentos e dados e a facilidade de se relacionar, entretanto, será que não está nos trazendo malefício algum?

Segundo a Psicologa Vivian Gurdina, por trás  das telinhas mais vistas do mundo, está uma dependência, que causa a procura de mais de 350 pessoas por dia em centros de tratamento para vícios tecnológicos na cidade de São Paulo. É isso mesmo, as pessoas estão entrando em tratamento por causa do vício das redes sociais, jogos etc… Segundo ela, o vício tecnológico é difícil de ser reparado em pessoas do dia-a-dia, entretanto, a causa da dependência que muitas universidades estudam hoje em dia, trás um malefício enorme a saúde mental e física, fora outros problemas apresentados diariamente.

Marisa Helena de 27 anos diz ter perdido o emprego, se afastou ainda mais das pessoas, e só se deu conta do vício quando foi chamada a atenção pela quantidade de tempo que ela passava no celular,  notou então que precisava de ajuda para desvincular-se das redes sociais. “Eu nunca imaginei que isso poderia acontecer comigo, nós não notamos, mas algumas pessoas hoje não “vivem” sem o celular e suas redes sociais”, disse Marisa.

O que falta para nós é reparamos um pouco no antes e no agora, quantas vezes paramos para conversar por mais de uma hora sem sequer dar aquela “espiadinha” no Facebook, ou tirar aquela foto de onde estamos e o que estamos fazendo.
A rede social entrou em ascensão a partir de 2007, porém foi vinculada ao Smartphone a partir de 2011, e desde então está fazendo várias vitimas de seu uso.

Fora os problemas psicológicos e físicos a Policia alerta, que muitos assaltos, sequestros, dentre outros crimes, tem como base de informações a rede social da vítima. É comum postarmos fotos de onde estamos, quando compramos um carro novo por exemplo, ou aquele celular maravilhoso que ganhou do marido. E com isso, bandidos ficam de olho noite e dia para saber como e onde chegar na pessoa e pegar o seu bem, seja por meio de roubo ou furto.

Para que você saiba se está dependente desse vício que é o celular, colocamos 10 itens para que você faça sua própria avaliação, e se preciso, procure ajuda.

  1.  Deixar de fazer algo que lhe dava prazer para ficar no sofá usando o celular
  2.  Notar que os jogos de celulares estão sendo jogados em locais impróprios, como no semáforo vermelho, no trabalho, na escola, na faculdade, etc…
  3. Não conseguir sair de casa sem o celular
  4. Reparar que tem mais foto, do que lembrança, daquela viagem maravilhosa que você fez nas férias ou em feriados prolongados.
  5. Preferir teclar com uma pessoa, do que sair para jantar ou se encontrar para conversar
  6. Ver que tudo depende do celular, se ele tem bateria, se ele está funcionando perfeitamente.
  7. Deixar de comprar algo para você, de grande precisão, para trocar o celular e trazer mais tecnologia para o seu dia a dia.
  8. Preferir a solidão, do que o almoço em família.
  9. Sentir-se depressivo, quando não tem ou não está fazendo algo de tão legal para postar.
  10. Não conseguir ficar 1 só dia sem o uso do celular.Parece piada né? Mas o assunto é sério e precisa de cuidado. Cuide de você, a saúde mental é tão importante quanto a física, fora que temos um mundo lindo ai fora para se curtir, sem precisar “postar”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.