Em busca do sucesso: O fracasso deve ser comemorado!

0
16

 

Caminhar sobre as lâminas afiadas das opiniões “sensatas” da sociedade. É assim que muitos se sentem ao ver que falharam, e que o caminho da reconquista, mesmo que não prometa vitória efetiva, pode parecer longo e cheio de pedras, e desta vez, cercadas de conselhos furados.

Se espelhar-se em alguém que atingiu um objetivo é um fator importante para também conquistá-lo, há de se considerar por quantas vezes o vencedor foi derrotado, e quais afinais foram as experiências levadas após o seu “fracasso”.

Se a conquista fosse fácil, o que seria do pleno sucesso, seja ele pessoal, profissional ou financeiro?! Por que afinal alguém se esbanjaria de tanta alegria, observando que ele era apenas mais um à vencer e que qualquer um, sem ao menor esforço também iria alcança-lo?

Parece clichê, mas o segredo do verdadeiro sucesso está em dois pontos extremamente importantes e que infelizmente as pessoas se negam à entender. A persistência e a experiência.

A persistência fará você não desistir, e a experiência lhe fará trilhar o caminho certo, mesmo que percorridos por tantos errados.

Contudo, por uma naturalidade do ser humano, a experiência é obtida em quase todos os casos na dor, vejamos que desde pequeno aprendemos a estudar quando zeramos numa prova, aprendemos a dar valor quando perdemos, aprendemos amar quando alguém se vai, aprendemos andar depois de muitas quedas, aprendemos a nadar quando provavelmente nos afogamos. E assim se estende ao mundo adulto e a busca do sucesso.

Uma pesquisa recente mostrou que um dos maiores motivos que levam empresas promissoras ao sucesso a fecharem é o risco que se é tomado. Sabemos que arriscar é a base de empreender, e o sucesso só é alcançado muito perto do limite desses riscos, o que inevitavelmente faz com que muitas pessoas ultrapassem-o, perdendo tudo ou quase tudo que conquistaram, e sua recompensa será a experiência.

Essa experiência então servirá por sua vez como uma chave para a próxima fase do “jogo”.

Provavelmente você já jogou algum jogo de fases não é?!

A pergunta é, sendo esse jogo, com um nível de dificuldade que valha se “gabar” pela vitória, por alguma vez, conseguiu chegar ao final sem ao menos repetir uma fase?

Provavelmente a sua resposta seja não.

O jogo do sucesso não foge muito da realidade, por muitas vezes, terá que voltar fases, se não, até recomeçar o jogo. Mas apenas o seu fracasso fará com que no seu retorno, você consiga passa-la, e então, estará pronto para a próxima, no qual também poderá errar e ter que voltar. Nessa hora então, certamente cansado, você terá que contar com a “vida extra”, que no jogo real, se chamará persistência, ou fé. Como quiser.

Desistir é assumir o fracasso, e ai sim, um grande motivo de decepção. Errar é o preço que pagamos por tentar, e somente tentando, chegaremos lá.

Certo dia, um rapaz muito pobre foi procurar emprego em uma rede de televisão, assumindo seu grande desejo de se tornar um dia apresentador, aceitava qualquer oportunidade que ao menos o deixasse ali ficar, e foi negado por todas as pessoas que o entrevistaram.

Ele tinha todos os motivos para encarar que não era capaz, e que aquelas tantas pessoas de extenso conhecimento que o criticaram e negaram seu pedido tinham razão.
Esse rapaz se chamava Senor Abravanel, mais conhecido como Sílvio Santos e hoje proprietário de uma das maiores emissoras de televisão do Brasil, e tem o seu próprio programa.

“Fui obrigado à comprar uma emissora para ter o meu próprio programa, me forçaram a ser empresário, antes mesmo de me tornar um apresentador”. Silvio Santos.

Essa, dentre tantas outras histórias de sucesso, vem com uma pitadinha de fracasso. Isso não é por acaso. O grande erro das pessoas é procurar atalhos para chegar lá, e não estarem preparadas para cair e recomeçar. Muitos acreditam piamente que não é necessário errar para adquirir experiência, pode realmente não ser, mas é o método infalível para aprender onde não se deve pisar

Concluindo então, o fracasso é motivo de se comemorar, alias, com ele, você conseguiu a chave para a próxima fase!

 

João H. S. Ferrari

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.