Comprei pela internet e nunca chegou. O que fazer e como evitar cair nesse golpe.

0
21

Dentre os preços do mercado a internet consegue superar as maiores ofertas de lojas físicas, bem como oferecer uma diversidade incrível do mesmo item, e como a competitividade é grande, a tendência é encontrar o melhor preço e a melhor qualidade.

Mas será que podemos confiar no  primeiro site que vemos e sair comprando? A resposta é não.

Quem nunca ficou com aquela ansiedade de receber a sua compra online e dias passaram, semanas e a unica coisa que chegou foi a fatura do cartão de crédito.

Pois é, parece cômico, mas ainda é um dos golpes mais usados na internet.

No ano de 2017, milhares de pessoas caíram no truque, e esse número ainda cresce com o passar do tempo, porém, há diversos modos de recorrer e recuperar o seu valor, e também mecanismos usados para se proteger de falsos sites.

Zulmira Andrade, moradora de Poços de Caldas, de 43 anos costuma comprar somente pela internet, devido as ofertas, comodidade e facilidade. Porém, a aposentada diz ter caído mais de 12 vezes em golpes, em que nunca recebeu o que comprou e alerta:  “Ao tentação de passar o cartão é grande, mas é preciso cautela, o preço só pode ser levado em consideração quando há certeza da confiabilidade do site.”

Mas afinal, aparentemente todo site é praticamente igual, como saber se ele é confiável?

Vitor Carvalho, analista de marketing nos deu essa resposta.

Inicialmente é interessante você digitar o nome do site no seu navegador, e assim verá o que as pessoas falam sobre ele, e poderá te dar uma pista se é ou não seguro. Verificar se há telefone para contato, tentar ligar e pedir informações.

Posteriormente, verifique se no canto esquerdo do site existe um cadeado com a palavra “Seguro”, e então coloque o nome no site de reputação RECLAME AQUI, se  alguém já teve más experiências, com certeza constará lá.

Web of Trust (WOT), também é um ótimo local para ver a credibilidade do site, ele verifica notas atribuídas as compras efetuadas e destaca ali os resultados.

Mas e se você caiu no golpe da compra falsa, tem o que fazer? A resposta é sim, e quem nos ajudou a entender qual o procedimento tomar foi o Dr Lauro Peleoti, advogado e especializado em direito do consumidor e fraudes em compras.

Segundo o advogado, a primeira coisa a se fazer é se possível tentar contato com o site que efetuou  a compra e tentar uma última resolução. Caso seja atendido é imprescindível que anote o protocolo de atendimento, o número do pedido, a data e horário desse contato. Isso demonstrará que você está tentando resolver de forma amigável e que não visa prejudicar ninguém.

Caso você não seja atendido, existe os procedimentos certos e cabíveis.

Primeiramente, caso você esteja no prazo de 7 dias, o código de defesa do consumidor (CDC) diz que você pode cancelar a compra sem ao menos ter qualquer justificativa para tal.

Outra alternativa caso tenha ultrapassado o prazo e a compra tenha sido efetuada no cartão de crédito é iniciar um processo que se chama “disputa”, você entra em contato com a administradora do seu cartão, fornece as informações, explica o que aconteceu e eles mesmos irão investigar e se constatado, irão cancelar a compra.

Caso você tenha usado como forma de pagamento o boleto bancário, o processo pode ser um pouco mais longo, contudo dá para resolver, indo até o PROCON e levando todas informações cabíveis e/ou ingressando com um processo contra o beneficiário do tal boleto.

O mais interessante é sempre tentar evitar essas “dores de cabeça”, então, se proteger ainda é o melhor caminho. Mas não se cale diante uma venda fraudulenta e vá atrás dos seus direitos.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.