Como morar nos Estados Unidos? Custos e ganhos

0
394

 

Estados Unidos e Brasil, UM CAMINHO CHEIO DE AVENTURAS.

Os Estados Unidos, os EUA, USA, terra do tio Sam e tantos outros nomes, diferenças culturais, Étnicas e idioma, será mesmo que os Estados Unidos é tudo isso que falam?

Para muitos, é uma questão de gosto, para outros, muito trabalho e tantos outros, um sonho tão difícil de ser realizado.

Os Estados Unidos sempre foi sinônimo de sucesso e sonhos. Hoje em dia é um dos países que mais recebe imigrantes de todo o mundo em busca de novas oportunidades, segurança e ensino.

Estive nos Estados Unidos por quatro meses, fui para 3 estados (Nova Jersey, Nova York e Connecticut), trabalhei nos mais variados empregos, e os mais comuns entre os imigrantes brasileiros e de outros países.

Quero passar para vocês a minha experiência, salario, custos de vida, documentação e convivência.

Quando pensei em viajar, eu procurei e muito, informações concretas, cálculos, mas nunca tive uma posição objetiva. Por isso, resolvi escrever essa matéria, para que vocês possam tirar a maior parte das dúvidas. Ainda assim, deixarei meu e-mail para dúvidas.

Antes de ir, tentei me informar bastante, trazer minhas dúvidas para as pessoas que já estavam lá, e tentar ao máximo me preparar.

O primeiro passo foi tirar o passaporte.
Sem muitas burocracias, em um mês após a entrada na Policia Federal, ele estava em minhas mãos.

O visto, e a tão temida entrevista.

Reuni todos os documentos, extrato bancário, diploma, certidão de nascimento do meu filho, imposto de renda, documentos da empresa e algumas outras coisas para prevenção.

Cheguei as 7:30 AM no consulado americano, a minha entrevista era as 8 horas.

DICA: Não adianta chegar antes do horário. Me deparei com várias pessoas no centro de espera que chegaram bem antes e não adiantou, pois tiveram que aguardar o horário agendado

Na fila (e que fila), me deparei com os mais variados casos. Eu procurava ficar conversando com outras pessoas, para diminuir o nervosismo.

Tinha pessoas que iam viajar com a família e todos já tinham adquirido passagem aérea e hotel, mesmo antes da tal aprovação, havia pessoa que ia para ficar, outros não se abriam muito.

Dizem que aquelas câmeras no decorrer da fila são para ver o nervosismo de cada um, e assim ter certa ideia se a pessoa demonstra um nervosismo incomum.  Enfim… Eu não acredito que seja realmente isso, pois notadamente  os funcionários e os consuls não parecem estar ligando muito para imagem das câmeras, mas como dizem, tudo é possível, pois por mais experiência que a pessoa tenha, e muitas pesquisas, jamais achei alguém que conseguisse sugerir qual a coerência da aprovação e reprovação.

 Notei que as pessoas que eram negadas saiam com um papel rosa, e as que eram aprovadas saiam com o papel branco.

Vi pessoas sendo reprovadas e o motivo era um pouco difícil de saber, pois não dava para ouvir com clareza o que se passava na entrevista, mas houve um caso que me deixou pasmo. Um homem funcionário público, 40 e poucos anos, casado, relativamente bem financeiramente, teve seu visto negado.

Chegou então minha hora! O consul muito educadamente me cumprimentou e perguntou se eu falava inglês, eu disse que não e então ele deu andamento no atendimento em português.

– Para onde deseja ir?

– Nova York

– Quantos dias deseja ficar?

– 10 dias

– Vejo que tem um filho pequeno, parabéns!! Ele não vai?

– Não, muito pequeno para viajar. Vamos deixar para a próxima.

Sem olhar e nem pedir nenhum só documento me falou:

– Ok, o seu visto foi aprovado, em 15 dias pode retira-lo ou entregaremos em sua residência. Boa Viagem!

Deu para entender?! Eu também não entendi. Mas estava aprovado o meu visto, mesmo que essa não fosse toda a certeza de entrada ao Pais, pois, ainda na entrada do aeroporto, passamos pela imigração, a  famosa  ICE (Imigration and  Customs Enforcement), e lá, qualquer atitude suspeita como: quantidade de mala que não corresponde ao tempo de viagem, muito dinheiro ou pouco dinheiro, ou apenas por eles acharem que você está indo para morar, eles te mandam de volta, e acontece mesmo!  Então, CUIDADO!

A preparação e os valores

Levei apenas duas malas, poucas coisas e apenas o valor que eu achava necessário.

Quanto eu preciso levar para ficar em segurança até conseguir um emprego e me manter?

Neste tópico não vou contar a minha experiência e sim o que eu acho correto e seguro para poder viajar e ficar tranquilo por 3 meses (caso extremo) e sem desempregado.

 Locação de apartamento:$1100,00
Quarto: $ 500,00
Observação: Na locação sempre é pedido o mês adiantado e mais um mês de caução, ou seja,
separar 2 x o valor da locação e mais 2 meses, 4 x $1100,00
Total: $4400,00
Quarto: $ 2000,00

Refeição por pessoa: $ 24,50 por dia, ou seja: $ 2200,00

Veiculo: $ 2000,00

Outros gastos: $ 1000,00

Valor para uma pessoa: $ 7.000,00 (R$ 22.500,00)

Valor para uma família de três pessoas: $ (R$33.500,00)

Logicamente, se você for fazer sua compra em mercados e se resguardar de qualquer  gasto que não seja os necessários, esse valor pode variar para menor, levando em conta que o valor da refeição diminui consideravelmente.

 

 

 

A viagem e a primeira impressão

Então peguei o voo, 7 horas até o Panamá, escala de 1 hora e mais 6 horas até NY.

Cheguei meia noite e meia no aeroporto John Kennedy, passei pela imigração tranquilamente.

Yellow taxi in a Black and White New York

Parecia irreal, filme mesmo. Taxis amarelos, pessoas indo de um lado para outro, todos falando em inglês e se preparando para alguns dias de férias, entretanto, esse não era o meu caso.

Peguei um Uber que estava na porta do aeroporto, (não façam isso, eles cobram caro e não compensa, compre um chip ou ache um wifi e chame um Uber pelo aplicativo).

Detalhe:: Uber nos estados Unidos é só no cartão de credito ou débito.

E fui até a casa de um amigo em Nova Jersey, uns 40 minutos do aeroporto. Chegando lá, cadê minha carteira?!

Pois é! Mal cheguei à terra do tio Sam e perdi minha carteira, e como meu dinheiro TODO estava lá, pedi para o Uber dar meia volta e me levar para o aeroporto novamente. Rezando para acha-la e me preocupando qual a “bordoada” que o Uber ia me cobrar.

Chegando lá, fui direto falar com alguns policiais e informei que tinha perdido a minha carteira, prontamente eles me chamaram pelo nome e me levaram até uma sala.

Eu estava prestes a ter a minha primeira admiração pelos Estados Unidos.

Ao encontrar a minha carteira, a policia, pelos meus dados localizou o hotel que eu tinha colocado no formulário de entrada (formulário que te entregam ainda no avião para preenchimento) do país e como não conseguiram contato telefônico, estavam aguardando para ver se eu retornava, caso contrário ia até o hotel para avisar que a minha carteira se encontrava no aeroporto e em segurança.

Agora, eu não gosto de comparar, muito menos menosprezar, mas é no mínimo comovedor você perceber com o tratamento em outro país que é disponibilizado para seu povo e para imigrantes.

 

 

 

Empregos, salários, aluguéis, carro e custo de vida.

Importante lembrar que os relatos aqui abaixo foram os que fizeram parte da MINHA experiência.

Conheci pessoas que demoraram arrumar emprego, mas a média é de uma a duas semanas, e as moradias e os valores dos carros são equivalentes ao ano de 2018.

Ah! E vamos combinar uma coisa, para melhor noção, pense apenas em dólar e não fique na loucura de converter, pois você irá ganhar em dólar e gastará em dólar.

Para locação de imóveis normalmente eles pedem: o mês adiantado, um mês de segurança. Ou seja, para você locar um quarto ou apartamento, você gastará o valor do aluguel vezes 2.

Eu tive sorte e em nenhum dos casos paguei o aluguel de segurança, mas isso foi uma exceção.

Newark/New Jersey

Construção Civil

Em Newark, é muito difícil você ficar desempregado, a quantidade de imigrantes é grande que quase não se escuta o inglês. Apelidei de “Brasil nos Estados Unidos”.

Consegui trabalho no segundo dia de estadia. Quando sai do Brasil nunca tinha trabalhado em construção, pra falar a verdade, nunca tinha sequer pregado um prego.

Entrei como ajudante, numa empresa de encanamento (Plumbing), trabalhava 8 horas por dia, de segunda a sexta-feira.

Não achei pesado, logicamente que quando não somos acostumados, tudo se torna um pouco mais difícil, mas com vontade e disposição, tudo melhora.

Salário ajudante: $ 90,00 p/ dia.
$ 540,00 por semana
Salário Profissional: $ 150,00 p/ dia até $ 250,00 p/ dia.

Fiquei apenas duas semanas nesse serviço, pois estava iniciando o frio, visto que fui em setembro, e as obras estavam acabando.

Lavador de prato / Garçom

Newark/New Jersey

Dois dias após ter parado com a construção, consegui o trabalho de lavador de prato em um restaurante português.

A fama dos portugueses por lá é de serem grosseiros, falarem alto. Entretanto, acredito que seja o jeito deles, o que me favoreceu nessa minha segunda experiência de emprego nos Estados Unidos.

Trabalhava no máximo 12 horas por dia, 6 dias por semana, que era o que eles permitiam.

Salário: $9,50 por hora + o jantar.
$ 114,00 por dia
$ 684,00 por semana

Moradia em Newark/NJ:

Achei o preço mais alto de todos os estados que fui, acredito que por ter muitos imigrantes e ser tão perto da cidade de Nova Iorque (Apenas 20 minutos de trem).

Apartamento com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e garagem
$ 1000,00

Quarto para locação em casa de família
$ 500,00

Custo do dia-a-dia:

Em Newark, é muito simples e fácil encontrar comidas brasileiras, muita gente faz para vender e colocam em grupos de whatsapp e facebook.

Café da manhã: $ 4,50

1 Marmitex grande: $ 10,00
$ 24,50 por dia em refeição, sendo café da manhã, almoço e jantar.
Caso você prefira comprar no supermercado e fazer, como fazemos aqui no Brasil, sairá bem mais barato, creio que metade desse valor

Total em refeição no mês: $ 735,00 média

Valor de carro:

Veículos de mais variados preços, desde $ 1000,00 até o conforto que você desejar e o dinheiro permitir.

Recomendação: Comprar um carro de uns $ 2000,00, para que não tenha problema, e da marca Toyota e 4×4, pois quando neva, é de extrema importância e muito mais seguro, principalmente se for trabalhar de Delivery (entrega de comida). Sim! Nos  Estados Unidos a entrega de comida é feita de carro, dificilmente vemos motos pequenas.

Financiamento de carro: O financiamento é fácil e você pode fazer apenas com o passaporte e o tax id (falarei dele na parte de documentações).

Custo da vida em NEWARK/NJ

Solteiro:  Quarto                  $ 500,00
Alimentação:      $ 735,00
Gasolina $2,38 galon / 3,78 lts : $ 27,00 (1 tanque)
Total:  $ 1.262,00 por mês

Então, concluído o ganho x gastos por mês:
$ 2.640,00 salário
$ 1.262,00 custo de vida

Ou seja, ainda sobram $ 1.378 dólares por mês para a diversão, roupas e reserva.

As roupas são extremamente baratas, com $ 150,00 você compra MUITA coisa! Eu costumava comprar na Marshall, excelente loja e todas as roupas de marcas conhecidas, que cai entre nós, aqui no Brasil é um absurdo.

Em Outubro/2017 fui morar em na cidade de Poughkeepsie/New York, consegui um emprego para limpar supermercados e lojas na madrugada (um trabalho de limpeza que normalmente é feito por homens, para manusear maquinas mais pesadas).

Limpava uma clinica médica e dois supermercados, 7 dias por semana, 10 horas de trabalho por dia, achei bem pesado e corrido, você perde todos os dias, pois trabalha de madrugada, sendo obrigado a dormir de dia e sem folga, fiquei apenas 1 mês.

Salario: $ 1000,00 por semana
$ 4000,00 por mês

Quarto: $ 400,00 por mês.

Em Nov/2017 me mudei para Danbury/Connecticut, a cidade que mais gostei, receptiva, nem tantos imigrantes, fui trabalhar no emprego que mais gostei, falo sempre que se eu voltar, irei diretamente para esse trabalho. Fui trabalhar de Delivery (entrega de comida) em uma Pizzaria.

Pizzaria familiar, com pessoas muito boas, donos brasileiros. Lá quando não tinha entrega costumávamos a lavar as louças, fazer caixas e comer uma pizza deliciosa rs e antes de fechar limpávamos o chão e tirávamos o lixo.

Salario: $ 7,50 por hora + $2,00 por entrega + TIP (caixinha, dificilmente você não ganha no ato da entrega, uma média de $4 ou 20% do valor da entrega)

Média por mês: $ 3500,00 menos o combustível: $ 250,00 por mês.

Apartamento:   $ 850,00

Conta bancária

Eu sempre indico o Bank of América, tive conta apenas nesse banco, mas nunca tive problema, abre-se a conta apenas com o passaporte e sem muita burocracia, fora que em toda sede deles, tem alguém que fala espanhol ou português, o que ajuda bastante.

 

 

Perguntas

 Quando retornei para o Brasil, muitos vieram me questionar de várias coisas, então numerei as mais comuns e coloquei aqui.

Segue as perguntas e as minhas respostas.

  • Vale a pena ir para os Estados Unidos e morar lá?

Sim, o difícil depois é voltar! A segurança é extraordinária, os policiais estão em cada canto, e a lei é respeitada nos seus mínimos detalhes, acredito eu que é pela punição rápida e sem tantas brechas nas leis como temos aqui. Lá se ganha dinheiro, se trabalha muito, mas se ganha dinheiro. Ou seja, você no pouco tempo que tem aproveita e tem uma grande qualidade de vida. Seus filhos podem viver normalmente como americanos, tem escolas, ensino de boa qualidade e professores altamente treinados. Nos Estados Unidos as crianças são muito protegida pelas leis, o que faz nós pais ficarem tranquilos e despreocupados.

A comida e a moradia são extremamente baratas e confortáveis, e com um salário de um iniciante, você paga tudo e ainda sobra uma grande quantia para guardar ou comprar.

  • Existe preconceito entre Americanos e imigrantes?

Eu não me deparei com nenhum ato de preconceito, não sofri de maneira alguma, pelo contrário, sempre  foram pessoas muito amáveis, secas por natureza, acredito que seja pela cultura, se tem uma coisa que senti falta é desse aconchego do Brasileiro, essa reunião semanal que fazemos de pessoas que gostamos, os americanos não tem muito disso, entretanto, os brasileiros que estão por lá dão conta de nos fazer sentir um pouco mais em casa.

  • É preciso inglês fluente ou um médio inglês para viver nos Estados Unidos?

Com toda certeza, NÃO! Conheci uma grande parte de brasileiros e pasmem… A maioria não sabe NADA de inglês. Logicamente o inglês te abre muitas portas e te faz ser um diferencial dentre tantos, mas muitos estão lá a mais de 10 anos e não sabem inglês, talvez por desinteresse ou por viver apenas com brasileiros.

  • Dá para viver ilegal ou o “Trump” está deportando todos ilegais.

Basta estudar um pouco para saber que grande parte dos Estados Unidos é feita por imigrantes, e tantos e tantos trabalhos feito apenas por  eles, desta maneira é loucura imaginar que o governo irá deportar todos ilegais, a questão é que eles podem até querer, mas é impossível. Viva uma vida tranquila, sem ter problema com a corte (justiça americana) seguindo a risca a regra de cada estado e eu duvido que você será deportado, mesmo estando sem status.

  • O que é estado santuário?

Estado santuário são os que “protegem” os imigrantes, fazendo de tudo para que eles tenham uma vida normal e tenham acesso a tudo. Abaixo vou colocar uma lista atualizada de quais são esses estados.

  • Posso dirigir nos Estados Unidos?

Pode, sem problemas algum até seu visto ter 6 meses, após isso, somente com a drive license (carteira de habilitação) de cada estado.

  • Qual documentação você indica tirar, chegando nos Estados Unidos

Você pode tirar o ID consular, que é o seu RG americano, é só se dirigir ao consulado brasileiro mais próximo e pedir esse documento, melhor do que ficar andando com o seu passaporte, que é enorme.
Se você esta pensando em ficar realmente, indico tirar o TAX ID, esse documento pode ser feito por algum contador nos Estados Unidos e te permite pagar os impostos. Além de ter uma lei no senado ainda para aprovação para regularização dos imigrantes ilegais que pagam impostos, eu sempre fui pela ideia: que já estamos na “casa” deles, querendo ou não sem ser convidado, e ainda não vamos pagar os impostos?! Fora que esse documento fará com que o seu crédito para compra de um carro ou de uma casa seja aprovado com mais facilidade.

  • Sou imigrante legal/ilegal, meu filho pode estudar em uma escola pública?

Pode, sem problemas algum, inclusive penalizado poderia ser se não o colocasse na escola. Nos Estados Unidos as crianças são muito protegidas e qualquer ato falho, vai para a prisão.

  • É verdade que lá em alguns estados existe o “toque de recolher”?

Não! Na verdade o que existe é que cada estado tem uma hora para comprar bebidas e danceterias, a maioria dos estados todos os bares e restaurantes se fecham as 2 horas da manhã, em Nova Iorque é o estado que fecha mais tarde, parando tudo as 3:30 da manhã, depois desse horário, esqueçam festas e vão para a casa.

  • Por que voltou para o Brasil?

Voltei por alguns motivos particulares, porém a vontade de retornar é grande.

  • Tem como ficar rico nos Estados Unidos?

Olha, vi muitas pessoas bem de vida, vi muitas pessoas também que estão bastante tempo lá, mas não conseguiram muita coisa. Acho que só depende de você e da sua vontade, lá se trabalha muito, mas estamos num país do consumo, onde tudo que se vê principalmente para nós, dá vontade de comprar.

       Espero com essa matéria ter tirado as principais dúvidas de vocês.
Obrigado e compartilhem com os amigos que sempre postarei aqui, dicas e ideias.

      Grande abraço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.